BEDA #6 – Meta de Leitura: Dragões de Éter-Corações de Neve

Olá pessoas!

Eita que esse título ficou gigante, mas faz parte. Comentei por aqui que no período que fiquei cuidando da vó no hospital li muitos livros e esse aqui é um dessa leva.

Corações de Neve é o segundo volume da série Dragões de Éter, do Raphael Dracoon. E foi minha escolha correspondente ao desafio de Abril, que era ler um livro nacional.

Segue abaixo a sinopse do Skoob:

IMG_20160614_171750“Nova Ether é um mundo protegido por poderosos avatares em forma de fadas-amazonas. Um dia, porém, cansadas das falhas dos seres racionais, algumas delas se voltaram contra as antigas raças. E assim nasceu a Era Antiga. Hoje, Arzallum, o Maior dos Reinos, tem um novo rei, e a esperada Era Nova se inicia.
Entretanto, coisas estranhas continuam a acontecer… Uma adolescente desenvolve uma iniciação mística proibida, despertando dons extraordinários que tocam nos dois lados da vida. Dois irmãos descobrem uma ligação de família com antigos laços de magia negra, que lhes são cobrados. Duas antigas sociedades secretas que deveriam estar exterminadas renascem como uma única, extremamente furiosa.
Após duas décadas preso e prestes a completar 40 anos, um ex-prisioneiro reconhecido mundialmente pelas ideias de rebeldia e divisão justa dos bens roubados de ricos entre pobres é libertado, desenterrando velhas feridas, ressentimentos entre monarcas e canções de guerra perigosas. O último príncipe de Arzallum resgata sombrios segredos familiares e enfrenta o torneio de pugilismo mais famoso do mundo, despertando na jornada poderosas forças malignas e benignas além de seu controle e compreensão.
E a tecnologia do Oriente chega de maneira devastadora ao Grande Paço, dando início a um processo que irá unir magia e ciência, modificando todo o conhecimento científico que o Ocidente imaginava possuir. E o mundo mudará. Mais uma vez.” 

Segue abaixo, minhas impressões. Mas antes de clicar, presta atenção no recadinho da tia Melissandre.

hjy6qt

Ok, eu confesso. Estava com saudades de Arzallum e Andreanne. “Caçadores de Bruxa” apesar de sua conclusão quase que de contos de fadas (salvo as perdas), me deixou com vontade de saber o que aconteceu aos irmãos Hanson, Ariane Narin, Axel e Anísio Branford. “Corações de Neve” nos mostra como Anísio passa a governar Arzallum sucedendo ao pai, e seus desejos como o novo rei é que vão desencadear eventos drásticos na história desse mundo. Axel, como bom pugilista e fanfarrão que é, estava envolvido com o Torneio Mundial de Pugilismo. Ariane desenvolve a cada dia seus poderes de bruxa e vemos o relacionamento dela com João se desenvolver (aleluia). Maria, agora professora, tenta lidar da melhor forma possível com as fofocas e as implicações de se namorar um príncipe.

Mas e de são esses corações de neve do título? Acredito que de Alonso Coração-de-Neve e sua filha Branca, ambos ainda se recuperando da perda da rainha de Stallia. E Stallia está no centro de um dos grandes conflitos desse enredo envolvendo Sherwood (e não vou falar demais senão estraga).

A coroação de Anísio e o Mundial de Pugilismo permitiram ao leitor conhecer as demais nações de Nova Éter, seus conflitos e desafetos; e isso foi muito bem explorado. Mas vou te dizer, faltou um mapa decente para acompanhar as coisas hein, poxa vida.

Das temáticas novas inseridas na história, adorei a questão da tecnologia inserida em um mundo de fantasia medieval (obrigada gnomos!) embora tenha receios quanto às implicações de gênios nessa história (quem leu “As Mil e Uma Noites”sabe do que estou falando). Outra coisa que gostei foi a forma como artes marciais foram inseridas na história, através de Ruggiero. Aliás, quando li o nome Ruggiero meu coração quase parou. Como fã de “Carlos Magno e seus Cavaleiros”, sabia quem estaria associada a esse nome.

Bradamante. Uma das minhas heroínas de infância 😀 E devo agradecer ao Dracoon por tê-la representado tão bem como a capitã da Guarda Real. Devo também ao Dracoon por reencontrar velhos conhecidos como Will Scarlet e Wilfred Ivanhoé. Minha infância agradece. O destino deles se entrelaça com o de Snail Galford e Liriel Gabbiani de forma surpreendente.

Corações de Neve foi um livro de fácil e rápida leitura, apesar de seu volume. Mas a narrativa pareceu mais uma grande preparação para uma história mais grandiosa, que espero encontrar em “Círculos de Chuva”. Até amanhã!

13879406_1255831474428653_9070407378118947080_n

Anúncios

2 comentários sobre “BEDA #6 – Meta de Leitura: Dragões de Éter-Corações de Neve

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s