Mudança e “pra quê tudo isso?”

Desde que cheguei em Ribeirão Preto com duas mochilas já fiz quatro mudanças. E é incrível como em 5 anos foi possível acumular tanta coisa. Acho que nossa espécie deve ter algum dom natural para acumular coisas, vai que precisa, né?

Bom, agora nessa quinta mudança de repente vejo todos nossos pertences em caixas ocupando um cômodo inteiro. E isso me incomodou bastante.

Mas os gatos estão adorando, entrando em caixas, sapateando no plástico bolha e talz.

gatos mudança
Eles estão curtindo.

É claro que da primeira mudança para cá muita coisa mudou. Antes era só eu, agora somos um casal com dois gatos. Mesmo assim fica a pergunta pairando na minha cabeça: “Pra quê tudo isso?”

Será que eu realmente necessito de todas essas coisas? E isso que todas as minhas roupas couberam em uma mala. Mas será que preciso de tantas panelas? E canecas? E lençóis? Liquidificador? Cafeteira? Microondas? Parecia que todos os meus armários tinham um portal de ligação com Nárnia e nunca parava de sair coisas de lá de dentro.

E livros? Entre livros de lazer, de trabalho e os mangás, nunca tinha me dado conta da quantidade que temos. #aloucadoslivros #traçavelha

(não, deixa os livros quietos)

A outra parte que me deixa louca é a da papelada. Todas as contas, comprovantes e documentos que precisamos guardar e que se acumulam em pastas. Certificados, artigos (meldels quanto artigo impresso), anotações de trabalho, impressões de resultados, cadernos e mais cadernos. Uma vida em papel, da qual simplesmente não dá para se desfazer.

Claro que não vou pirar e jogar tudo fora, mas percebi que talvez tenha muito mais coisas do que realmente preciso. Vamos caindo numas armadilhas  do dia-a-dia, de conforto e  consumo. Quando você vê tem coisas que nem sabe mais para que serve ou porque adquiriu. Sem falar na quantidade de livros ainda não lidos e jogos não terminados (sim Assassin’s Creed, estamos falando de você). No fim a vida é tão corrida que nem aproveitamos o que temos.

Fica a reflexão sobre o que realmente precisamos ter e como devemos aproveitar o que já temos, para uma nova casa (e vida) menos abarrotada.

Anúncios

6 comentários sobre “Mudança e “pra quê tudo isso?”

  1. Tenho pensado muito a respeito e tenho consumido menos.
    É pouco espaço para muitas coisas.
    Nem consigo aproveitar, de fato, o que tenho =/

  2. @Clayci
    Bah… a sensação é muito bizarra, não é? Felizmente (olha eu aqui fazendo um “jogo do contente”) a atual situação econômica vai colaborar para a redução do consumo, hehe. 🙂

  3. Esses dias mesmo tava assistindo um Periscope sobre o assunto… eu ando nessa vibe. E de reaproveitar o velho, doar mais o que não uso… em tempo, tô precisando dar uma geral no armário! hehe.

    Um bj, e boa limpesa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s