Minhas tardes na extinta TV Guaíba!!!! Capitão Harlock

Gente, pra quem me conhece sabe que sou velha pra caramba (brincadeirinha), e quando eu era pequena, digo 10 anos, existia um canal aqui em Porto Alegre (seus pais devem lembrar) que se chamava TV Guaíba, e esse era o CANAL!

Digamos que foi nele que conheci e comecei a me apaixonar por anime, manga, dorama, etc. Isso em 1980 gentem (façam as contas que eu não digo minha idade). E lá neste lindo canal, exatamente as 14 horas eu assistia Macross, Ultramen, Ultraseven, Poderosa Ísis, Robo Gigante, entre vários outros programas, mas hoje quero falar sobre um em especial: “Capitão Harlock e a nave Arcádia”.

Um pirata espacial com uma feiosa cicatriz no rosto, caveira com ossos cruzados no peito e sua estranha capa tremulante no espaço (tem vento no espaço?!) chamado Capitão Harlock é o personagem principal desta obra de Leiji Matsumoto, mangaká criador de Patrulha Estelar. O personagem Harlock fez varias aparições em diversos mangas deste autor até que em 1975, no mangá Esmeraldas o personagem apareceu mais próximo do “padrão definitivo” e em 1977 ele surge como o Capitão do Galeão Espacial Arcádia, na páginas da Shonen Magazine.

Harlock em Anime
A primeira versão animada de Capitão Harlock foi lançada em 1978 pela Toei Company e teve 42 episódios. A direção dessa série ficou a cargo do (hoje) renomado diretor Rintaro que dirigiu o soberbo Metropolis – disponível em DVD duplo por aqui. O sucesso fez com que, ainda em 1978, fosse lançado um curta-metragem chamado “O Mistério de Arcádia” com meia horinha de duração. Em 1982 foi a vez de um longa de verdade com Waga Seishun no Arcádia (Minha Juventude em Arcádia) que teve mais de duas horas (!!!) de animação nos cinemas japas. Harlock ainda ganharia mais uma série devido ao sucesso do filme, no mesmo ano de 1982 – Waga Seishun no Arcádia: Mugen Kido SSX (Minha Juventude em Arcadia: Órbita Infinita SSX) com 22 episódios.

As mais recentes produções animadas com o herói (não seus clones!) datam de 1999 e 2002. Em 99 foi lançado uma mini-série em OVA com 6 capítulos entitulada Nibelung no Yubiwa (também popularmente conhecida como Harlock Saga). Tais OVAs foram baseados num mangá on line de Matsumoto estrelado pelo Capitão (ô tara…). Já em 2002 foi lançada uma série de tevê nova com apenas 13 episódios, dirigidos por Rintaro que deveria na verdade ser um movie. Só que Matsumoto criou umas pinimbas e “The Endless Odyssey” se transformou numa série – estranhamente chamada de “Capitão Herlock”.

– Agora, para de encher linguiça AleGalak e fala do enredo faz favor!!!!

Pois bem vamos lá:

O plot original do mangá se passa em 2977. A Terra se tornou um planeta onde a tecnologia atingiu níveis inimagináveis e a sociedade – de um modo geral – é altamente civilizada. Mas quem disse que evolução tecnológica dá jeito na natureza podre do homem? Surge dos confins do espaço a Rainha Lafresia (parece La fresca) e sua raça Mazone (uma espécie de mulheres-planta) que quer conquistar nosso planetinha (não, ela não quer fazer um jardim gigante :P). Demagogos até o último fio de cabelo, os líderes da Terra nada fazem, até que surge um homem com coragem para encarar a ameaça. E esse homem é… (Suspense)

Harlock é uma figura misteriosa e de aspecto bem estranho (sem contar o design dos personagens bem magricelos) e se apresenta em companhia de sua tripulação para decidir o destino da humanidade. Formada por Miime (uma mulé de cabelo azul e poderes psíquicos), Yattaran (piloto gorducho que serve de alívio cômico), Dr. Zero (oficial médico que tem um gatinho chamado Miau – que é o mesmo que pertence ao Dr. Sam da Patrulha Estelar!), Masu (cozinheira), Yuki (co-piloto loira que só tem 16 aninhos) e o jovem Tadashi (cujo papito morreu nas mãos das Mazone), a bordo do galeão espacial Arcádia, eles partem para o cosmo, com intenção de liquidar a rainha Lafresia. Inicialmente, Lafresia não dá muita importância pra ameaça que Harlock pode representar, mas depois do meio da série, a Rainha nota o oponente perigoso que o piratão pode ser. No total, a série de tevê rendeu 42 episódios e foi ela linda maravilhosa que eu assisti aos 10 anos, depois nunca mais soube dela e descobri que é considerada inédita no Brasil (Socorro fofis, só se o RGS não faz parte do Brasil! OK deixa assim!!!).

Mas então dando uma pesquisada na web, para me inteirar das novidades o que encontro: fizeram um filme da qualidade de Final Fantasy VII Advent Children, ou até superior com meu personagem preferido Capitão Harlock em 2013.

Space Pirate Captain Harlock se passa em 2977, em um futuro que a humanidade foi expulsa da Terra, após anos de batalha. O planeta se tornou um dos recursos mais valiosos do universo, mas é controlado pela coorporação Gaia Coalition. Os humanos exilados tentam voltar à Terra para descobrirem os segredos que lá estão escondidos. A bordo da espaçonave Arcadia, o pirata exilado, Capitão Harlock luta, junto com sua fiel tripulação, pela liberdade dos exilados e pelo retorno à Terra. Em um futuro onde a desesperança toma conta das pessoas, Harlock encontra um menino e o abriga em sua nave. No entanto, esse menino foi mandado para assassina-lo.

Sei que este filme teve algumas críticas acerca do enredo e de fugir um pouco do conceito do original, muitos Harlocks maníacos ficaram decepcionados com o filme, no entanto ele é excelente em termos de ação, aventura e suspense por isso se você não é um fã enlouquecido ou acompanha desde 1977 a história do Capitão Harlock, vale a pena ver ( bem gente eu aprecio Harlock mas também não sou tão velha assim! Ai minhas rugas, acho que ta na hora de uma plástica!! Huahuhauhauhahuauhauu)

Bem deixo vocês com o trailer do novo filme e escolham se vale a pena ou não assistir!!!!!

Bjos a todos, e que a força esteja com vocês!!

Anúncios

3 comentários sobre “Minhas tardes na extinta TV Guaíba!!!! Capitão Harlock

  1. Acabei de ler o post…achei que eu era a única pessoa no universo que conhecia esse anime. Amei lembrar dele…Beijo Ale!!! E viva o Harlock.

  2. Com certeza viva o Harlock. Mas vou te contar, quando puderes olha o filme, é bem legal, vale a pena!!!!😄

  3. Não seja por isso! Eu também me lembro desse anime, assim como do “Patrulha Estelar”( Uchuu Senkan Yamato )que passou na Manchete( OUTRO canal que consegui ser bom por uns tempos ), alguns anos depois( 1983/4 ); por sinal, ambos criados por Matsumoto Reiji( caramba, eu sinto saudade daquele visual )!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s